Ouvidoria

O IMPA amplia sua estrutura com responsabilidade e diálogo com a sociedade. Nesta direção, inova ao propor a instalação de uma Ouvidoria especializada no acompanhamento da obra de seu novo Campus. Visa assim, de forma propositiva, ampliar o espaço de escuta com os moradores e as instituições vinculadas ao empreendimento.

Reconhecendo que uma obra desta dimensão produz impacto no entorno, uma das medidas importantes para minimizar isso é buscar medidas práticas de redução de impacto e maior previsibilidade. Uma instância externa à administração do IMPA servirá como um ponto de equilíbrio e cooperação em busca de entendimentos possíveis e necessários durante o período da intervenção no terreno.

O ouvidor do IMPA traz a referência mais plena de um escutador da cidadania, alguém externo de seu corpo administrativo, com espírito do bem comum, tecnicamente habilitado, capaz de promover diálogos de interesse público que envolvam a intervenção do IMPA. O ouvidor terá acesso às mais altas instâncias decisórias do IMPA, sendo vinculado a seu conselho diretivo.

Sem o caráter de substituir o canal institucional, sua contribuição reforça os acessos de comunicação institucionais e reafirma uma instância de entendimento e monitoramento de todo o processo. 

Neste período experimental e único, será exercido em caráter honorífico, fixado um mandato de seis meses, podendo ser renovado por mais um período consecutivo. 

O Ouvidor

Pedro Strozenberg é bacharel em Direito pela Universidade do Rio de Janeiro (UNIRIO) e mantém atuação destacada na área de Mediação Comunitária e Segurança Pública.

Sua trajetória se caracteriza pelo vínculo com a agenda dos Direitos Humanos no Brasil e é fortemente identificada pela participação no campo da sociedade civil. É pesquisador associado do Instituto de Estudos da Religião (ISER), onde coordena estudos orientados sobre políticas sociais brasileiras.

Foi o primeiro Ouvidor-Geral da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, eleito pela sociedade civil para a função, em 2015, e reeleito em 2017, com mandato concluído em dezembro de 2019.

Atualmente, é Ouvidor Geral da Fundação Renova.