Navegar

23 de maio de 2019, 19:00h

Zubelli integra mesa de abertura de evento sobre software R

O pesquisador do IMPA Jorge Zubelli compôs a mesa de abertura da quarta edição do Seminário Internacional de Estatística com R (SER). Organizado pela Universidade Federal Fluminense (UFF), entre 21 e 23 de maio (terça a quinta-feira desta semana), o evento multidisciplinar reuniu estudantes e profissionais de áreas de conhecimento que empregam análise de dados.

“O seminário tem dois aspectos principais. De um lado, considera a linguagem R, extremamente poderosa para tratar dados. De outro, mostra a ligação do R com outras linguagens de programação, como, por exemplo, a Python, muito popular, além de baseada no conceito de software livre”, explicou Zubelli,  membro do Comitê Científico do evento.

Leia também: Prêmio IMPA-SBM de Jornalismo 2019 abre inscrições
A notável família matemática Bernoulli era problemática
Luciano de Castro é o novo pesquisador do IMPA

Por ser um software livre, o R proporciona economia de recursos, pois evita o gasto com licenças de softwares comerciais. Além disso, tem se destacado no cenário mundial, sendo adotado por universidades, setores públicos e privados.

Da esquerda para a direita: Prof. Manuel Febrero Bande (Universidade de Santigo de Compostela), Prof. Jorge Zubelli (IMPA), Prof. Max O. de Souza (UFF) e Prof. Ariel Levy (UFF)

“Em um momento em que custos estão sendo cortados de todos os lados, o fato de que estamos indo nessa direção de software livre é muito importante”, apontou o pesquisador do IMPA.

Promovido desde 2016 e apoiado pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), em 2018, o SER foi reconhecido pela R Foundation pelo pioneirismo na América Latina em reunir expressiva quantidade de usuários de R. 

Entre as atividades incluídas na programação do SER estão minicursos, palestras, sessões pôster e oral, premiações e laboratório de experimentação do R para iniciantes. A meta do seminário é promover o aprendizado das técnicas estatísticas, proporcionar atualização no uso da linguagem R e suas bibliotecas e incentivar o intercâmbio entre pesquisadores.

Expoente internacional da área de software R, o professor Manuel Febrero Bande, da Universidade de Santiago de Compostela, fez palestra no evento Foto: SER

Criada em 1993, a linguagem R ganhou popularidade por volta de 2010. Antes do seminário, o IMPA promoveu um dos primeiros cursos de R no Brasil, em 2013.

“Todas essas novas tecnologias para analisar dados de grande porte, espaciais, do Facebook, do Google e tudo mais estão baseadas em tratamento rápido, o que fornece um potencial muito grande para os programadores”, sinalizou Zubelli.

Em 24 e 25 de maio, será  realizado o evento satélite EDUCA-SER, que promoverá treinamentos de educadores com R. A ideia é já começar a preparar professores para esta linguagem de programação, de modo a emprega-la nas escolas.

Leia também: Karen Uhlenbeck recebe Abel Prize em cerimônia em Oslo
Corte de verba para pesquisa foi tema de reportagem