Navegar

3 de fevereiro de 2020, 17:20h

Medalhistas da OBM e do TM² participam de premiação

Um clima de descontração entre os alunos marcou a cerimônia de premiação da 41ª Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM) e do 1º Torneio Meninas na Matemática (TM²), nesta sexta-feira (31), em Natal (RN). No total, 113 medalhistas da OBM e 20 do TM² receberam medalhas de ouro, prata e bronze durante a solenidade, realizada no Aram Imirá Plaza Hotel & Convention.

O evento encerrou a programação da 23ª Semana Olímpica, que começou na segunda-feira (27). Durante estes dias, os medalhistas participaram de um treinamento intensivo, elaborado por uma equipe de 31 professores especialistas em matemática olímpica de todo país, com aulas, sessões de estudo, palestras, simulados e provas. 

Leia também: Jacob Palis recebe título de Pesquisador Emérito do CNPq
Estão abertas as inscrições para a Bolsa Instituto TIM-OBMEP
As histórias de verão no IMPA de Fernando Lenarduzzi

“O empenho da equipe de apoio do IMPA e dos coordenadores acadêmicos garantiu  o sucesso da semana olímpica. Ela marca o início da seleção das equipes que representarão o país nas competições internacionais”, aponta o diretor-adjunto do IMPA, Claudio Landim, que esteve presente no encontro.

O estudante Gabriel Bastos Vasconcelos, de Recife (PE), se emocionou com a cerimônia de premiação. “Fiquei orgulhoso de participar”, diz. Medalha de ouro em 2018 e 2019 na OBM, o menino de 13 anos participou pela primeira vez da Semana Olímpica. “Foi uma semana incrível, muito rica em convivência e conhecimentos matemáticos. Vou estudar mais ainda neste ano para não perder a próxima”, conta o medalhista, que ficou feliz em encontrar os professores Carlos Gustavo Moreira, conhecido como Gugu; e Luciano Castro.  

Medalha de ouro do TM², Fabricia Cardoso Marques, de Fortaleza (CE), participou pela segunda vez do encontro. “Tive a oportunidade de ter aula com professores incríveis e de conhecer muita gente que tem algo em comum comigo, que é a matemática”, revela a jovem de 14 anos.

Organizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e pela Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), a 23ª Semana Olímpica contou com apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Matemática (INCTMat) e patrocínio da fintech de serviços financeiros, Stone.

Leia também:A luz é feita de ondas ou partículas? Confira na Folha
Roberto Imbuzeiro participa de quadro no Fantástico