Navegar

27 de julho de 2019, 13:01h

Através da OBMEP, a Matemática multiplica sonhos no Piauí

Reprodução da TV Clube, afiliada da TV Globo no Piauí

Por Jussara Santa Rosa, Neyara Pinheiro, Walter Júnior, Fernando Cardoso, Osiel Pontes – Finalistas na categoria Matemática do Prêmio IMPA-SBM de Jornalismo 2019

Natália é filha do Seu Geraldo e da Dona Socorro, um casal de agricultores que vive na zona rural do município de Cocal dos Alves, no norte do Piauí. Dona Socorro consegue assinar o nome e ler poucas palavras. Seu Geraldo é analfabeto. A filha mais velha do casal já foi mais longe do que os pais imaginavam nos estudos.

“Ela vai ser uma pessoa que vai ter um futuro brilhante pela frente, vai ter um emprego na vida”, diz Socorro.

Leia também: Brasil conquista seis medalhas na IMO 2019, na Inglaterra
Apreciador das artes, Eder Correa conclui pós-doutorado
Morre Mitchell Feigenbaum, pioneiro da Teoria do Caos

E sabe por que a dona Socorro consegue agora sonhar bem alto? É porque a Natália conquistou uma medalha de ouro na última edição da OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas). Para a família, um feito inacreditável e emocionante.

“Ela ganhou uma medalha por esforço dela. Ela diz que foi esforço dela e foi mesmo. Ela batalhou para ganhar”, afirma Socorro.

Veja a reportagem na íntegra:

Leia também: Visgraf cria site para comemorar aniversário de 30 anos
Conheça os finalistas do Prêmio IMPA-SBM de Jornalismo 2019