Navegar

15 de janeiro de 2019, 12:31h

IMPA realiza conferência inédita sobre Live Coding

Cartaz Live Coding Music

Três dias de palestras e performances no IMPA

Um evento inédito no país movimentará ainda mais o já disputado Programa de Verão: a conferência Live Coding Music. Durante três dias, de 4 a 6 de fevereiro, os principais pesquisadores internacionais em codificação ao vivo estarão no IMPA para compartilhar suas experiências teóricas e realizar performances artísticas. 

A conferência e o minicurso “Programação de Áudio com Chuck”, iniciado na semana passada, foram ideia dos pesquisadores do Laboratório de Computação Gráfica (Visgraf) do IMPA, coordenado por Luiz Velho. Segundo ele, o intuito é promover o ensino e a pesquisa, por meio da capacitação de estudantes e profissionais de Matemática, Computação e áreas afins no desenvolvimento de algoritmos para programação de áudio, música e imagem. 

Leia também: Inscrições abertas para o Prêmio Gutierrez de Matemática
IMPA lança calendário com fotos tiradas por funcionários
Medalha Fields Michael Atiyah morre aos 89 anos 

Forma inovadora de unir ciência da computação e práticas criativas, o live coding é empregado em produções de vídeo e música eletrônica, especialmente nos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Argentina, México e Reino Unido. A prática também possui viés pedagógico, como na Orquestra Cybernética da Universidade McMaster (Canadá), que promove o ensino de programação de computadores por meio de performances.

Luiz Velho, coordenador do Visgraf

“Sem dúvida, será algo inovador. Não há registro de um evento sobre codificação ao vivo no país. Em termos de tecnologia, contribuirá para a disseminação de linguagens de programação que foram desenvolvidas especificamente para a manipulação de áudio, música e imagem em tempo real”, afirma Velho, adiantando que o desejo é inserir a conferência no calendário anual de eventos do IMPA. Para participar, basta fazer a inscrição no site da Live Coding Music. O evento é gratuito e aberto ao público.

Os palestrantes convidados são Shawn Lawson, professor de Visão Computacional no Instituto Politécnico Rensselaer, em Nova York (EUA); Ryan Smith, professor de Artes Sônicas na Universidade Monash, em Melbourne (Austrália); Pablo Riera, pós-doutor na Universidade de Buenos Aires (Argentina); Shelly Knotts, pós-doutora na Universidade Durham (Reino Unido); Iván Paz, PhD na Escola Politécnica da Catalunha, em Barcelona (Espanha); e Rodrigo Velasco, mestre em design na Universidade Concordia, em Montreal (Canadá).

Pela manhã, eles ministrarão palestra sobre os tipos de linguagem de programação de áudio ou imagem, como Chuck, Impromptu e Fluxus, e, à tarde, vão presentear o público do IMPA com apresentações de codificação ao vivo. Durante a performance, o código usado pelo programador é projetado para a audiência.

Vitor Rolla

Pesquisador pós-doutor, Vitor Rola ministra minicurso sobre linguagem Chuck

Pesquisador pós-doutor do IMPA, Vitor Guerra Rolla – organizador da conferência com Velho e os pesquisadores Luiz Henrique de Figueiredo (IMPA) e Marcelo Cicconet, mestre e PhD pelo IMPA e engenheiro de software na Escola de Medicina de Harvard (EUA) – iniciou, na semana passada, um minicurso sobre programação de áudio no IMPA. O foco é a linguagem de programação Chuck, criada pelo músico e cientista da computação sino-americano Ge Wang, que ajudou a criar as orquestras de laptop das universidades Princeton e Stanford, nos Estados Unidos.  As aulas acontecem nas tardes de terças e quintas-feiras e irão até 29 de janeiro. Ainda é possível fazer inscrição. Assim como os demais cursos do Programa de Verão do IMPA, ele é gratuito.

Esse novo tipo de arte está fortemente ligado à Matemática e à ciência da computação. Envolve conhecimento em lógica de programação, sintetização digital do som e música”, detalhou o especialista, que, no pós-doc no Visgraf, pesquisa redes complexas em música clássica. Aperta o play e ouve uma provinha. 


Então, se interessou pelo tema? Entre no site Live Coding Music e faça a sua inscrição no minicurso e na conferência. 

Leia também: Na Medicina, Alan de Pinho encontrou a Matemática
Calendários regulam a vida da humanidade há milênios
IMPA abre vaga em Matemática Aplicada