Navegar

1 de outubro de 2018, 16:55h

Brasil ganha quatro medalhas na Iberoamericana de Matemática

Com duas medalhas de ouro e duas de prata, o Brasil ficou em segundo lugar na Olimpíada Iberoamericana de Matemática. Realizada entre os dias 24 a 28 de setembro nas cidades de La Rábida (Espanha) e Monte Gordo (Portugal), a competição teve com a participação de 79 estudantes de 22 países.

Os brasileiros Bruno Brasil Meinhart (CE) e Pedro Gomes Cabral (PE) conquistaram o ouro, enquanto Bernardo Peruzzo Trevizan (SP) e Pedro Lucas Lanaro Sponchiado (SP) ficaram com a prata.

Leia também: Abertas as indicações para o Prêmio SBM 2019
Alunos descobrem a Matemática na profissão dos pais
Blog Ciência & Matemática: O tal do algoritmo

A equipe liderada pelos professores Eduardo Wagner e Carlos Gustavo Tamm de Araújo Moreira, o Gugu, repetiu o bom desempenho da edição anterior da olimpíada ao garantir o segundo lugar no ranking geral da competição. A Argentina, com três medalhas de ouro, ficou em primeiro e a Espanha em terceiro. No histórico do torneio, o Brasil agora acumula um total de 124 medalhas.

A Taça Porto Rico – atribuída à equipe que registrar o maior progresso ao longo das últimas três edições — ficou com o Uruguai. A 34ª edição da olimpíada já tem sede: o México.

Leia também: A crise dos fundamentos da matemática
Programas temáticos podem receber até R$ 200 mil
IMPA abre concurso para contratar pesquisador