Navegar

30 de julho de 2019, 18:42h

Folha e Estadão recebem Prêmio IMPA-SBM de Jornalismo 2019

Os vencedores do Prêmio IMPA-SBM de Jornalismo 2019 foram anunciados nesta terça-feira (30) durante o 32º Colóquio Brasileiro de Matemática, no Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA). A distinção, criada pelo IMPA e pela Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), visa contribuir com a disseminação da cultura científica na sociedade brasileira.

Gabriel Alves, repórter da Folha de S.Paulo, foi o primeiro colocado na categoria Matemática, com a série “A Matemática explica”. Primeiro lugar na categoria Divulgação Científica, a jornalista Júlia Marques, do jornal O Estado de S. Paulo, destacou a importância da valorização do trabalho jornalístico. 

Leia também: ‘O primeiro Colóquio a gente nunca esquece’ diz Viana
Alicia Dickenstein faz primeira palestra plenária do Colóquio
Luna Lomonaco é a primeira mulher a conquistar Prêmio SBM

“Agradeço imensamente a possibilidade de estar aqui hoje e compartilhar com todos o meu trabalho. Para nós, jornalistas, é superimportante que a comunidade científica esteja de olho no nosso trabalho, consiga observar o que estamos fazendo e valorizar. Isso nos dá força para continuar em nossa profissão e ir atrás de boas histórias”, disse a vencedora.

Em 2018, Gabriel Alves já havia conquistado o primeiro lugar na categoria Divulgação Científica, com a reportagem multimídia “Há 50 anos o Brasil fazia seu primeiro transplante cardíaco”. A premiação ocorrera durante o Congresso Internacional de Matemáticos (ICM), no Rio de Janeiro.

O jornalista Gabriel Alves (centro), primeiro colocado na categoria Matemática do Prêmio IMPA-SBM de Jornalismo 2019, ao lado do diretor-geral do IMPA, Marcelo Viana, (à direita) e do diretor-presidente do Instituto Serrapilheira, Hugo Aguilaniu (à esquerda)

“É uma bela iniciativa estimular que as pessoas escrevam e comuniquem a Matemática. É louvável. É difícil fazer reportagens sobre o tema, mas tenho tentado. Fiz faculdade de Matemática e ainda assim é um desafio abordar o assunto”, disse o jornalista. 

Para o diretor-geral do IMPA, Marcelo Viana, membro da comissão julgadora, “a qualidade e a diversidade das matérias premiadas nos convencem do potencial da comunicação científica no Brasil”.

Inscreveram-se na disputa 82 trabalhos nas categorias Matemática (28) e Divulgação Científica (54). As produções vieram de 39 órgãos de mídia do Distrito Federal e de 12 Estados: Ceará, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Sergipe, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul.

As reportagens foram veiculadas em jornais, revistas, portais, blogs, televisão e rádio entre 16 de maio de 2018 e 15 de junho de 2019. A seleção dos finalistas considerou os critérios de relevância jornalística do tema, originalidade, profundidade, clareza e qualidade na execução do material jornalístico.

“Esta foi a participação mais divertida em uma comissão”, disse o presidente da SBM, Paolo Piccione, ao parabenizar os vencedores pela qualidade do trabalho.

A jornalista Júlia Marques (centro), primeiro lugar na categoria Divulgação Científica do Prêmio IMPA-SBM de Jornalismo 2019, ao lado do presidente da SBM, Paolo Piccione (à esquerda), e do presidente da SBPC, Ildeu Moreira (à direita)

Além de Viana e Piccione, a Comissão Julgadora foi composta por Ildeu de Castro Moreira, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); Raphael Gomide e Sergio Torres, jornalistas da Corcovado Comunicação Estratégica, empresa responsável pela comunicação do IMPA.

Também participaram da entrega dos prêmios o diretor-adjunto do IMPA, Claudio Landim, e o diretor-presidente do Instituto Serrapilheira, Hugo Aguilaniu.

As premiações são idênticas nas duas categorias: R$ 10 mil e troféu (vencedor); R$ 3 mil e diploma (2º lugar); R$ 2 mil e diploma (3º lugar). Para as duas menções honrosas foram concedidos diplomas.

Categoria Matemática
1º lugar – Gabriel Alves – “Série: A Matemática explica”, Folha de S.Paulo
2º lugar – Ana Carolina Moreno e Vanessa Fajardo – “Estudo encontra 999 beneficiários do Bolsa Família que conquistaram 1.288 medalhas em olimpíada de matemática”, G1
3º lugar – Jussara Santa Rosa, Neyara Pinheiro, Walter Júnior, Fernando Cardoso e Osiel Pontes – “A Matemática multiplica sonhos no Piauí”, TV Clube, afiliada da TV Globo
Menção Honrosa – Gabriel Alves – “Matemática ajuda médicos a prever risco de morte em cirurgia cardíaca”, Folha de S. Paulo
Menção Honrosa – Fernando Tadeu Moraes – “Um engenheiro e suas obras imateriais”, Piauí
 
Categoria Divulgação Científica
1º lugar – Júlia Marques – “Primeira missão brasileira no Egito prepara escavação de tumba milenar”, O Estado de São Paulo
2º lugar – Stefhanie Piovezan – “Como rede de cientistas usa dados para tentar achar corpos em Brumadinho”, UOL
3º lugar – Marília Marasciulo, Isabela Moreira, May Tanferri, Tomás Arthuzzi, Ina Ramos e Camila Rosa – “Lugar de mulher é na ciência”, Galileu
Menção Honrosa – Stefhanie Piovezan – “O berço dos dinos é aqui”, UOL
Menção Honrosa – Gabriel Justo, Giuliana de Toledo, Mayra Martins e Otávio Silveira – “Para que serve o Nobel?”, Galileu

Leia também: Reznik apresenta descobertas na área dos bilhares elípticos
Brasil é berço de pelo menos 27 espécies de dinossauros