Navegar

27 de dezembro de 2019, 11:28h

Calendário de 2020 do IMPA tem fotografias de funcionários

Ilustração da capa, feita por Rafael Melo, da Coordenação de Projetos de Expansão e Obras, e pela designer Priscila Sousa

A julgar pelo calendário de 2020 do IMPA, o ano que se aproxima será repleto de recordações maravilhosas. A ilustração da capa, feita por Rafael Melo, da Coordenação de Projetos de Expansão e Obras, e pela designer Priscila Sousa, retrata a bucólica fachada do instituto e é prenúncio das belíssimas fotografias que marcam cada mês.

Todas as imagens são de autoria dos funcionários, que se empenharam em participar pela segunda vez da edição do calendário neste formato. Após a submissão de dezenas de fotografias, uma equipe do instituto selecionou 12 delas para ilustrarem a folhinha.

Leia também: O balanço matemático das ondas de Felipe Linares
Conheça as medalhistas do Torneio Meninas na Matemática
Medalhista do Acre é primeira da família a entrar na universidade

Pôr do sol na Praia dos Ossos, em Búzios (RJ), por Erika Sholl, da Coordenação de Logística de Provas e Premiações

O pôr do sol marcou presença. Podemos vislumbrá-lo nas águas tranquilas da Praia dos Ossos, em Búzios (RJ), na captura de Erika Sholl, da Coordenação de Logística de Provas e Premiações; na foto de Samantha Nunes, da Coordenação de Projetos de Pesquisa, o pôr do sol da Praia de São Francisco, em Niterói (RJ), ganha tons alaranjados que ressaltam os declives suaves da capital fluminense.

Pôr do sol da Praia de São Francisco, em Niterói (RJ), na foto de Samantha Nunes, da Coordenação de Projetos de Pesquisa

Uma imensa escultura esculpida em arbustos no Jardim Botânico de Atlanta (Estados Unidos) nos remete a uma versão de vegetação mais domesticada daquela que circunda o instituto. Na fotografia de Nelly Carvajal, da Coordenação de Logística de Provas e Premiações, o semblante plácido da famosa Deusa da Terra aparece sob um dia ensolarado.

Escultura Deusa da Terra, do Jardim Botânico de Atlanta (Estados Unidos), capturada por Nelly Carvajal, da Coordenação de Logística de Provas e Premiações

Talvez não tão complexa quanto as pontes de Königsberg – celebrizadas pelo matemático suíço Leonhard Euler – a Ponte do Rosário, em São João del Rei (MG), foi escolhida para ilustrar a fotografia de José Eduardo Ayres, aluno de doutorado do IMPA. Erguida no século XIX, a construção apresenta sólidos arcos de cantaria de pedra.

Fotografia da Ponte do Rosário, em São João del Rei (MG), por José Eduardo Ayres, aluno de doutorado do IMPA