Navegar

6 de julho de 2018, 10:29h

Seleção brasileira embarca para a disputa da IMO na Romênia

A equipe do Brasil está pronta para disputar a 59ª Olimpíada Internacional de Matemática (IMO). Craques na Matemática, os estudantes embarcaram para a Romênia na tarde desta quinta-feira (5). A competição será realizada entre os dias 8 e 14 deste mês, na cidade de Cluj-Napoca.

Integram o grupo verde-amarelo quatro estudantes de São Paulo (SP) _ Lucas Hiroshi Hanke Harada, Bernardo Peruzzo Trevizan, Pedro Lucas Lanaro Sponchiado e André Yuji Hisatsuga _ e dois de Fortaleza (CE) _ Bruno Brasil Meinhart e Pedro Gomes Cabral. A seleção será liderada pelos professores Régis Prado Barbosa, de São Paulo, e Armando Barbosa Filho, de Fortaleza.

Leia também: ‘OBMEP não é apenas uma competição’, diz pesquisador
Se Bernard Shaw ensinasse matemática, ela seria popular
A trajetória de beneficiários do Bolsa Família na OBMEP

O último treinamento do time brasileiro foi encerrado no fim de semana passado no Colégio Etapa, em São Paulo (SP). A preparação, que durou 14 dias, foi promovida pelo IMPA em parceria com instituições privadas.

Em 2018, a IMO contará com mais de 110 equipes de todo o mundo. No ano passado, a competição teve o Rio de Janeiro como sede e recorde de participantes: 623 estudantes de 111 países. Na ocasião, a equipe brasileira conquistou duas medalhas de prata, uma de bronze e duas menções honrosas.

Brasil na IMO

Criada em 1959, a IMO é a mais antiga e prestigiada olimpíada científica para estudantes do Ensino Médio. O Brasil participa desde 1979. Ao longo destes 39 anos, ganhou 125 medalhas, sendo 9 de ouro, 43 de prata e 73 de bronze, além de 32 menções honrosas.

Dois pesquisadores do IMPA ganharam medalha de ouro na IMO. O Medalha Fields Artur Avila, em 1995, e Carlos Gustavo Moreira, o Gugu, em 1990.

Leia também: Pedro Gaspar defende tese na área de Análise Geométrica
Medalhista Luize D’Urso é entrevistada do Podcast da Piauí
Prêmio IMPA-SBM de Jornalismo reúne 72 trabalhos