Navegar

21 de novembro de 2018, 11:59h

Olimpíada de Matemática anuncia premiados

Detalhe do cartaz da OBMEP 2018

O Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) anunciou nesta quarta-feira (21) os vencedores da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) 2018 no portal oficial da competição. A maior competição estudantil do país contou com 18,2 milhões de participantes de 54.498 instituições de ensino, entre públicas e privadas.

Alunos de escolas públicas receberão 500 medalhas de ouro, 1.500 de prata e 4.500 de bronze e 40,9 mil menções honrosas. Para os alunos de colégios particulares – que participam desde 2017 -, serão entregues 75 medalhas de ouro, 225 de prata, 675 de bronze e 5,7 mil menções honrosas. Premiados com medalha de ouro, prata ou bronze garantem o ingresso em programas de iniciação científica.

Leia também: Serrapilheira abre inscrições para apoio à pesquisa científica
Entre o distrito de Lagoa da Cruz (PB) e o Canadá, a Matemática
Programas temáticos podem receber até R$ 200 mil

A 14ª edição da OBMEP bateu novo recorde de escolas (54.498), de 99,4% dos municípios brasileiros. Dos 18,2 milhões de estudantes inscritos, 952.839 mil foram classificados para a segunda fase da competição – 906.688 mil de escolas públicas e 46.151 mil de particulares.

Professores, escolas e secretarias municipais de Educação também concorrem a prêmios, de acordo com o desempenho dos alunos. As cerimônias de premiação da OBMEP serão realizadas em 2019, em data a ser definida.

Sobre a OBMEP 

Destinada a estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, a OBMEP é realizada pelo IMPA e promovida com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e do Ministério da Educação (MEC), com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

A olimpíada integra o calendário de atividades do Biênio da Matemática do Brasil 2017-2018. Criada em 2005 pelo IMPA, a OBMEP tem como metas estimular o estudo da Matemática, revelar talentos – incentivando seu ingresso nas áreas científicas e tecnológicas – e promover a inclusão social pela difusão do conhecimento.

Leia sobre a história do IMPA: Ideia de instituto fora da universidade causou resistência
Quando foi criado, em 1952, IMPA nem sequer tinha sede
IMPA completa 66 anos de existência e de sucesso