Navegar

14 de dezembro de 2017, 09:26h

Modelo matemático para compreender células de melanoma

 
De acordo com um modelo matemático, a capacidade das células cancerosas de tolerar condições aglomeradas pode ser uma chave para a compreensão do crescimento e formação do tumor.
 
Este modelo estocástico espacial pode replicar os padrões de crescimento de células de melanoma observados em experimentos de laboratório, controlando a “área de exclusão” em torno de dois tipos de células simuladas à medida que crescem e se espalham. Um artigo descrevendo o modelo foi publicado recentemente em Scientific Reports.
 
 
Os pesquisadores da Universidade de São Paulo, da Universidade Penn State e da Universidade de Debrecen aplicaram uma modificação do modelo Widom-Rowlinson – um modelo matemático que tem sido usado em contextos que vão desde química teórica até sociologia – para tentar determinar quais fatores explicaram o padrão de crescimento celular visto em experiências de laboratório.

Os cientistas poderiam controlar a taxa em que cada tipo de célula replica, morre e migra, de acordo com as variações dos parâmetros do modelo. Eles planejam continuar a expandir seu modelo em combinação com dados de experiências do mundo real no crescimento de células cancerígenas. Eles acreditam que esta combinação de modelagem teórica com experiências em laboratório pode levar a informações adicionais sobre os fatores que contribuem para o crescimento de células cancerígenas.