Navegar

24 de maio de 2019, 11:16h

Morre o matemático Vladas Sidoravicius

O matemático Vladas Sidoravicius, lituano naturalizado brasileiro, morreu nesta quinta-feira (23) em Xangai (China), onde era vice-diretor do Instituto de Ciências Matemáticas da Universidade New York-Xangai (NYU-Shanghai).

Sidoravicius, que tinha 55 anos, foi pesquisador do IMPA de 1999 a 2015, quando se mudou para a China. O diretor-geral Marcelo Viana comentou a morte precoce do matemático, pesquisador-titular no período em que esteve no IMPA.

“É uma surpresa e um choque para todos nós. Vladas foi um ótimo pesquisador, tinha ainda muito a contribuir à Matemática. Ele será lembrado no IMPA por muito tempo, por seu trabalho e sua personalidade”, disse Viana.

Leia também: Prêmio IMPA-SBM de Jornalismo 2019 abre inscrições
A notável família matemática Bernoulli era problemática
Luciano de Castro é o novo pesquisador do IMPA

Sidoravicius formou-se em Matemática pela Universidade de Vilnius (Lituânia), em 1985. No ano seguinte, também em seu país natal, concluiu o mestrado. O matemático fez o doutorado na Universidade de Moscou (Rússia), de 1986 a 1990. Na Universidade de Heildelberg (Alemanha) e na Universidade Paris Dauphine (França), Sidoravicius concluiu dois cursos de pós-doutorado, de 1991 a 1993.

“Em sua brilhante carreira, Vladas Sidoravicius escreveu  mais de cem artigos científicos e organizou diversos eventos de altíssimo nível no Brasil  e no exterior. Sua contribuição para a Matemática brasileira é inestimável”, escreveu o professor Bernardo Nunes Borges de Lima, do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e orientando de Sidoravicius no IMPA.