Navegar

8 de agosto de 2019, 16:56h

Pedro Salomão faz apresentação sobre sistema de Hénon-Heiles

O matemático Pedro Salomão, da Universidade de São Paulo (USP), fez palestra sobre a dinâmica do sistema de Hénon-Heiles, nesta quinta-feira (8), no auditório Ricardo Mañé, no IMPA. A apresentação integra a programação do “8º Workshop on Conservative Dynamics and Symplectic Geometry”, que começou nesta segunda-feira (5) e termina amanhã (9). 

Promovido pelo IMPA a cada dois anos, desde 2005, o evento reúne especialistas brasileiros e estrangeiros para discutir importantes tópicos da área de dinâmica conservativa e geometria simplética, como geometria de contato, dinâmica de sistemas Lagrangeanos e mapas de torção, sistemas integráveis, teoria de Aubry-Mather e topologia simplética com aplicações à dinâmica Hamiltoniana. 

Leia também: O que querem as mulheres matemáticas, afinal?
Philip Thompson ganha prêmio por artigo 
Jorge Zubelli, um matemático multidisciplinar

“O workshop remonta ao regresso ao Brasil, no início dos anos 2000, de um pequeno grupo de jovens pesquisadores brilhantes, e teve como objetivo inicial ajudar a consolidar esta importante área no país. Este objetivo foi amplamente atingido, graças ao trabalho deles, e quero crer que o evento contribuiu um pouco para a projeção internacional alcançada”, declarou Marcelo Viana, diretor-geral do IMPA e membro do comitê organizador e científico do evento.

Também membro do comitê, o pesquisador Leonardo Macarini, do Instituto Superior Técnico – Lisboa, compartilha a mesma visão. “Olhando para trás, acho que conseguimos avanços significativos nestes 14 anos e fico muito feliz por isto. Esta área era extremamente incipiente no Brasil à época e acho que o workshop ajudou o crescimento da projeção internacional do trabalho dos pesquisadores brasileiros no tema. Ademais, houve uma significativa atração de estudantes, possibilitando a formação de novos pesquisadores na área.”

Veterano, esta é a sexta vez que Salomão participa como palestrante. Em sua apresentação, o pesquisador mostrou alguns avanços recentes em dinâmica simplética que podem ser aplicados ao sistema de Hénon-Heiles. Proposto em 1964 pelo matemático e astrônomo francês Michel Hénon e  pelo astrofísico americano Carl Heiles, o modelo é empregado no estudo do movimento de uma estrela em uma galáxia axissimétrica.

O pesquisador Pedro Salomão, da Universidade de São Paulo (USP)

“Este workshop é crucial, provavelmente o mais importante da área no Brasil. Reúne pessoas importantes, de fora do país, então é uma semana em que podemos trocar ideias com pesquisadores que conhecem o assunto bem de perto, interagir,  aprender o que estão fazendo e, eventualmente, iniciar colaborações. Além disso, atrair alunos também é um ponto importante do workshop”, apontou Salomão.  

A garantia de tempo para a interação informal entre os pesquisadores é uma das grandes preocupações dos organizadores. “Sempre foi uma preocupação central que o workshop não tivesse muitas palestras, oferecendo bastante tempo para a interação informal entre os participantes, trocando ideias e formando possíveis colaborações. De fato, várias colaborações entre pesquisadores brasileiros e estrangeiros surgiram durante este evento”, observou Macarini.

Além da palestra do professor da USP, os 45 participantes do evento acompanharam as apresentações de 13 pesquisadores ao longo da semana. Os cursos podem ser assistidos no canal do IMPA no Youtube. Nesta sexta-feira (9), os matemáticos Vinicius Ramos (IMPA), Francisco Presas (Instituto de Ciências Matemáticas – Madri) e Urs Frauenfelder (Universidade de Augsburgo) encerram o ciclo de palestras. 

Além de Viana e Mararini, integram o comitê organizador e científico do evento Henrique Bursztyn (IMPA), Marta Batoréo (Universidade Federal do Espírito Santo – UFES) e Suely Lima (IMPA, organização).

Leia também: Equipe que representará o Brasil na OIM 2019 é anunciada 
Medalhistas da Matemática se destacam no Colóquio