Navegar

16/05/2024

IMPA, SBM e MCTI lançam prêmio ‘Elas na Matemática’

 

Com o objetivo de promover e reconhecer a participação da mulher na ciência, o IMPA e a SBM (Sociedade Brasileira de Matemática) promovem o “Prêmio Elas na Matemática”. A iniciativa, que tem apoio do MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação), distribuirá R$ 30 mil para as premiadas. As pesquisadoras precisam ser indicadas até 30 de junho em uma das três categorias do concurso: “Jovem Cientista Destaque de Matemática do Brasil”, “Cientista Destaque de Matemática do Brasil” e “Faz a diferença na Matemática”.

Leia mais: Economista da Petrobras conclui doutorado no IMPA
Folha: ‘Liu Hui foi o pioneiro da matemática chinesa’
‘Motivador’, dizem participantes do 4º Mulheres Matemáticas

Poderão ser indicadas, mulheres que atuam na área de Matemática, Estatística e Probabilidade, que possuam perfil condizente com uma das três categorias citadas e que possuam vínculo empregatício em caráter permanente em instituições brasileiras há pelo menos três anos completos até o encerramento do período de inscrições. Os três melhores trabalhos serão contemplados com o prêmio de R$ 10 mil cada um. 

As indicações devem ser acompanhadas da documentação prevista no edital devem ser enviadas exclusivamente por e-mail, para o endereço secretaria@sbm.org.br com o título “Indicação Prêmio da SBM “Elas na Matemática”. 

A cerimônia de premiação será durante o 1º  Workshop da SBM de Mulheres na Matemática em outubro  na Universidade Estadual de Maringá (UEM). A candidata premiada em cada categoria será convidada para ministrar uma palestra no evento.

Fazem parte da Comissão Julgadora a presidente da SBM, Jaqueline Godoy Mesquita (Universidade de Brasília), o diretor-adjunto do IMPA, Jorge Vitório Pereira, e os pesquisadores Nancy Garcia (Unicamp), Alicia Dickenstein (Universidad de Buenos Aires), Carlos Hoppen (UFRGS) e Mariel Saez (PUC/Chile).

Confira os detalhes de cada categoria:

Jovem Cientista Destaque de Matemática do Brasil

Destinado às pesquisadoras em início e meio de carreira, que tenham até 45 anos de idade no ano em que concorrem ao prêmio e que tenham contribuído de forma significativa com a pesquisa matemática brasileira, na formação de recursos humanos e que sejam promissoras como futuras lideranças na área de matemática no país.

Cientista Destaque de Matemática do Brasil

Destinado às pesquisadoras com carreira mais consolidada, que tenham atuado como lideranças no país, trazendo contribuições relevantes para a pesquisa matemática brasileira e do exterior.

Faz a diferença na Matemática

Destinado às mulheres que tenham contribuído significativamente para a inserção feminina no ambiente acadêmico na área de Matemática, promovendo a capacitação de mais mulheres cientistas, coordenando iniciativas que encorajem meninas a ingressarem na área.

Leia também: Valduriez mostra impacto da ciência de dados na inovação
Morre o matemático e investidor Jim Simons