Computação Gráfica

O Projeto Visgraf de Visão e Computação Gráfica foi criado em 1989 para promover e desenvolver as atividades de pesquisa, ensino e desenvolvimento de projetos nas áreas afins que envolvem modelos geométricos e imagens.

O interesse do IMPA pela Computação Gráfica datava de uns dez anos antes, no início da década de oitenta, quando foi adquirido um terminal gráfico Textronix que atualmente é parte da coleção histórica do laboratório. O Visgraf adota a filosofia de que esta área é um ramo aplicado da Matemática. Como tal, o grupo está muito interessado nos fundamentos matemáticos da Computação Gráfica e em suas aplicações. As áreas principais de pesquisa do Laboratório são:

  • Análise e Processamento de Imagens
  • Síntese de Imagens e Visualização
  • Modelagem Geométrica e Interação
  • Animação e Multimídia

Segue-se um resumo mais detalhado das linhas de pesquisa em execução pelo grupo.

 

Modelagem e Visualização

  • Estruturas de Malhas Hierárquicas
  • Superfícies de Subdivisão 4-8
  • Síntese de Formas em Multi-escala
  • Textura Dinâmica de Superfícies Implícitas

 

Visão e Processamento de Imagens

  • Árbitro Virtual
  • Quantização de Imagens
  • Meio-tom Digital com curvas de preenchimento do espaço

 

Animação e Multimídia

  • Visorama: Realidade Virtual com Panoramas
  • Captura e Processamento de Movimento
  • Deformação e Metamorfose de Objetos Gráficos
  • Cenários Virtuais e Composição de Imagens

 

Interfaces e Aplicações

  • VisMed: Visualização e Análise de Imagens Médicas
  • Fotografia 3D
  • Visualização de Dados Geográficos
  • Bancos de Dados de Vídeo

 

O Projeto Visgraf é apoiado pela FINEP, CNPq, FAPERJ, e mantém colaboração regular com o Tecgraf e o Matmídia da PUC-Rio, o CMA da Ecole Polytechnique e o Media Research Lab do Courant Institute of Mathematical Sciences.

 

Pesquisadores