Computação Gráfica

O Projeto Visgraf de Visão e Computação Gráfica foi criado em 1989 para promover e desenvolver as atividades de pesquisa, ensino e desenvolvimento de projetos nas áreas afins que envolvem modelos geométricos e imagens.

O interesse do IMPA pela Computação Gráfica datava de uns dez anos antes, no início da década de 1980, quando foi adquirido um terminal gráfico Textronix, que atualmente faz parte da coleção histórica do laboratório. O Visgraf adota a filosofia de que esta área é um ramo aplicado da Matemática. Como tal, o grupo está muito interessado nos fundamentos matemáticos da Computação Gráfica e em suas aplicações. As áreas principais de pesquisa do Laboratório são:

  • Análise e Processamento de Imagens
  • Síntese de Imagens e Visualização
  • Modelagem Geométrica e Interação
  • Animação e Multimídia

Segue-se um resumo mais detalhado das linhas de pesquisa em execução pelo grupo.

 

Modelagem e Visualização

  • Estruturas de Malhas Hierárquicas
  • Superfícies de Subdivisão 4-8
  • Síntese de Formas em Multiescala
  • Textura Dinâmica de Superfícies Implícitas

 

Visão e Processamento de Imagens

  • Árbitro Virtual
  • Quantização de Imagens
  • Meio-tom Digital com curvas de preenchimento do espaço

 

Animação e Multimídia

  • Visorama: Realidade Virtual com Panoramas
  • Captura e Processamento de Movimento
  • Deformação e Metamorfose de Objetos Gráficos
  • Cenários Virtuais e Composição de Imagens

 

Interfaces e Aplicações

  • VisMed: Visualização e Análise de Imagens Médicas
  • Fotografia 3D
  • Visualização de Dados Geográficos
  • Bancos de Dados de Vídeo

 

O Projeto Visgraf é apoiado pela FINEP, CNPq, FAPERJ, e mantém colaboração regular com o Tecgraf e o Matmídia da PUC-Rio, o CMA da École Polytechnique e o Media Research Lab, do Courant Institute of Mathematical Sciences.