Navegar

22 de novembro de 2017, 16:02h

OBMEP 2017 anuncia os vencedores

O IMPA (Instituto de Matemática Pura e Aplicada) anunciou nesta quarta-feira (22) os vencedores da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) 2017 no portal oficial da competição (www.obmep.org.br). 

Pela primeira vez a maior competição estudantil do país contou com participantes de 4.473 colégios particulares. 

Leia também: Jornal Nacional: Na Matemática, verdades são eternas
A Matemática inspiradora de Maryam Mirzakhani
Jornal Hoje: Vidas transformadas pela OBMEP

A OBMEP manteve o número de medalhas a alunos de escolas públicas das edições anteriores: 500 medalhas de ouro, 1.500 de prata e 4.506 de bronze – em decorrência de empate – e 38,6 mil menções honrosas. Os alunos de escolas particulares receberão 76 medalhas de ouro, 227 de prata, 682 de bronze e 5,7 mil menções honrosas.

A 13ª edição da OBMEP bateu novo recorde de escolas (53.231), de 99,6% dos municípios brasileiros. Dos 18,2 milhões de estudantes inscritos, 941 mil foram classificados para a segunda fase da competição – 903 mil de escolas públicas e 38 mil de particulares.

Professores, escolas e secretarias municipais de Educação também concorrem a prêmios, de acordo com o desempenho dos alunos. As cerimônias de premiação da OBMEP serão realizadas em 2018, em data a ser definida.
 
Sobre a OBMEP  

Destinada a estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3ºano do Ensino Médio, a OBMEP é realizada pelo IMPA e promovida com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e do Ministério da Educação (MEC), com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

A olimpíada integra o calendário de atividades do Biênio da Matemática do Brasil 2017-2018, que tem patrocínio do BNDES e apoio dos ministérios da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e da Educação. Criada em 2005 pelo IMPA, a OBMEP tem como metas estimular o estudo da Matemática, revelar talentos – incentivando seu ingresso nas áreas científicas e tecnológicas – e promover a inclusão social pela difusão do conhecimento.

O impacto efetivo da OBMEP nos resultados de Matemática no país tem sido medido por estudos independentes. De acordo com trabalho do ex-presidente do INEP Chico Soares, escolas que participam ativamente da competição apresentam melhora no desempenho dos alunos de 26 pontos na Prova Brasil, o equivalente a 1,5 ano de escolaridade extra.

Leia também: Jornal Nacional exibe série especial sobre Matemática
Pioneira na ciência, Marie Curie ganhou dois prêmios Nobel