Navegar

1 de agosto de 2018, 15:01h

Medalhistas da OBMEP assistem às premiações no ICM 2018

 

Criada em 2005 pelo IMPA com a finalidade de popularizar a Matemática, para alunos dos ensinos fundamental e médio, a Olimpíada Brasileira de Escolas Públicas (OBMEP), reservou este ano um grande presente para os estudantes competidores, o de poder assistir a entrega da Medalha Fields no Rio de Janeiro.

A OBMEP 2018 teve a participação de mais de 18 milhões de alunos no país. A iniciativa tem revelado talentos. É o caso de Thiago Oliveira Ferreira,18 anos. Premiado em 2017, este ano ele iniciou o curso de Astrofísica na Universidade Federal do Rio Grande do Sul e a formação pelo Programa de Iniciação Científica e Mestrado (PICME).

“As Olimpíadas servem de estímulo aos jovens. A premiação é uma recompensa pelos nossos estudos”. Ferreira ainda destacou que ver os ganhadores da Fields e saber sobre suas vidas mostra que matemáticos são pessoas normais, que veem as coisas mais além.

A jovem Rebeca Aimée de Lima, de 12 anos, da Escola João Camarão Telles Ribeiro, em Manaus, participa pela primeira da OBMPE. Seu sonho é continuar a estudar Matemática – segundo ela, uma paixão de infância.

Daniel Salah, 16 anos, do Liceu Molière (Rio), também agraciado em 2017, é outro que ficou entusiasmado com a participação no Congresso Internacional de Matemáticos. ”Ver os vídeos sobre a história de vida dos ganhadores foi estimulante e serviu para me dar mais incentivo”.

Leia também: Matemático David Donoho ganha o Prêmio Gauss 2018
Ali Nesin conquista prêmio Leelavati no ICM 2018
Música, dança e prêmios na abertura do ICM 2018