Navegar

27 de julho de 2018, 19:05h

Congresso Internacional de Matemáticos começa quarta

O Brasil passa a integrar a partir de 1º de agosto (quarta-feira da próxima semana) a relação dos países-sede do mais importante e tradicional encontro mundial de matemáticos, o ICM 2018 (International Congress of Mathematicians). Até o dia 9, o Riocentro, no Rio de Janeiro reunirá cerca de 2.500 pesquisadores dos cinco continentes para acompanhar os mais destacados estudos da disciplina e debater temas prioritários para o progresso e o aumento da visibilidade de um saber fundamental ao desenvolvimento.

No ICM, são reconhecidos os matemáticos mais notáveis e promissores do planeta. Honraria máxima da área, a Medalha Fields  – informalmente chamada de o “Nobel da Matemática” – é concedida no Congresso, assim como os prêmios Nevanlinna, Gauss, Chern e Leelavati.

Leia também: Alunos que estudam de forma ativa têm melhor desempenho
Tese analisa processos de recuperação de petróleo
Evento no IMPA comemora o Dia da Geometria

Nunca antes realizado no Hemisfério Sul, o ICM surgiu em 1897, em Zurique, Suíça. A cada quatro anos, o encontro é organizado pelo país-sede em parceria com a União Matemática Internacional (Foi suspenso apenas no período dos conflitos mundiais.IMU, na sigla em inglês). 

No Brasil, o evento integra o Biênio da Matemática do Brasil 2017-2018, parte das ações nacionais e internacionais destinadas, entre outros objetivos, a incentivar o estudo da disciplina, popularizá-la e promover atividades que contribuam para aproximá-la do público.

Durante os nove dias, haverá variada programação científica, com 1.200 palestras, painéis de debates, comunicações e pôsteres. Cerca de 40 eventos-satélite científicos serão realizados no país em razão do ICM, entre eles o World Meeting for Women in Mathematics, o (WM)2, em 31 de julho, no qual serão discutidas questões de gênero na Matemática.

“Sediar o ICM 2018 é uma grande honra para a comunidade matemática brasileira. Realizá-lo presta homenagem ao progresso alcançado em tão pouco tempo por um país onde a pesquisa matemática tem cerca de seis décadas”, destacou o presidente do Comitê Organizador do ICM 2018 e diretor-geral do IMPA (Instituto de Matemática Pura e Aplicada), Marcelo Viana, referindo-se ao ingresso do Brasil no Grupo 5 da IMU, composto por 11 países da elite da pesquisa matemática mundial.

Palestras de popularização e premiação da OBMEP

Além do foco acadêmico, o ICM 2018 terá atividades para atrair o público. No Ciclo IMPA-Serrapilheira de Popularização da Matemática, haverá cinco palestras com matemáticos de destaque internacional, divulgadores da disciplina, como os franceses Cédric Villani, ganhador da Medalha Fields 2010, e Étienne Ghys, pesquisador honorário do IMPA e vencedor do Prêmio Clay de Divulgação Científica; a belga Ingrid Daubechies, da Duke University (EUA), conhecida pelo trabalho inovador aplicado às comunicações modernas; o japonês Tadashi Tokieda, da Universidade Stanford, que fala sobre a matemática dos brinquedos, e o português Rogério Martins, da Universidade de Lisboa, apresentador do programa de TV “Isto é Matemática”.

Durante o ICM 2018, será realizada a cerimônia de premiação dos 576 medalhistas de ouro da maior competição científica do país, a OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas). Organizada desde 2005 pelo IMPA, com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), a competição reúne 18,2 milhões de estudantes das redes públicas e privada. 

Credenciamento de imprensa

Representantes da mídia designados para a cobertura jornalística deverão estar credenciados. O ICM 2018 acontecerá no centro de convenções e eventos Riocentro (Avenida Salvador Allende, 6.555, Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro). Mais informações no site do ICM 2018.

Leia também: Conheça os finalistas do Prêmio IMPA-SBM de Jornalismo
Série do JN é Hors-Concours do Prêmio IMPA-SBM de Jornalismo
IMPA abre concurso para contratar pesquisador