Navegar

8 de dezembro de 2017, 09:51h

Lars Valerian Ahlfors: o primeiro Medalha Fields

 

O matemático Lars Valerian Ahlfors nasceu em Helsinque (Finlândia), em 18 de abril de 1907. Filho de um professor de engenharia mecânica, cresceu órfão de mãe, que morreu durante seu parto.

Fascinado por matemática desde criança, passou a entender o que ela realmente significava ao acessar às escondidas os livros da biblioteca do pai. Em 1924, Ahlfors passou a cursar Matemática na Universidade de Helsinque. Concluiu o doutorado em 1930 e passou dois anos visitando importantes centros da Europa.

Leia também: Matemática dos cassinos resolve muitos problemas práticos
Estadão: ‘Machine learning chega às finanças’
Boletim de Alan Turing aponta dificuldade em Matemática

Em 1935, assumiu cargo de pesquisador da Universidade de Harvard (EUA). No ano seguinte, tornou-se o primeiro matemático, ao lado do americano Jesse Douglas, a receber a Medalha Fields, durante o Congresso Internacional de Matemáticos, em Oslo, por seu trabalho sobre as Superfícies de Riemann.

Transferiu-se para a Universidade de Helsinque em 1938, mas com a chegada da Segunda Guerra Mundial as coisas ficaram difíceis na Finlândia, e muitas universidades foram fechadas. Como não estava apto para o serviço militar, continuou trabalhando em suas pesquisas durante a guerra, mesmo sem acesso às bibliotecas.

Com a família perseguida pelo regime nazista, aceitou o convite para um posto na Universidade de Zurique em 1944. Com o fim do conflito, voltou a Harvard em 1946, onde permaneceu até 1977, quando se aposentou, o que não significou abandonar a matemática. Consta que até sua morte, em 11 de outubro de 1996, continuava fascinado pela disciplina.