Navegar

1 de agosto de 2018, 17:59h

'Figalli é um dos maiores nomes da Matemática de sua geração'

Com entusiasmo, o professor Luis Caffarelli, do Departamento de Matemática da Universidade do Texas, homenageou o conterrâneo Alessio Figalli, um dos vencedores da Medalha Fields. Em palestra nesta quarta-feira (1º) no Congresso Internacional de Matemáticos, Caffarelli falou sobre as contribuições de Figalli,  centradas nas análises não lineares e na geometria e motivadas pelo entendimento de diversas áreas científicas, entre as quais fluidos dinâmicos, transições de fase, estabilidade de configurações e sistemas dinâmicos.

 De acordo com Caffarelli, em todos os seus estudos, Figalli deixou uma marca de originalidade e de trabalho em profundidade. Mas são suas contribuições na área de transporte ótimo e suas relações com as chamadas equações de Monge-Ampèr que tornam mais evidentes sua originalidade, fôlego, inovação e impacto em diversas áreas.

Leia também: Medalhistas da OBMEP assistem às premiações no ICM 2018
Ali Nesin conquista prêmio Leelavati no ICM 2018
Premiados no ICM relembram sua vida com os números 

Durante a palestra, o professor tratou prioritariamente das contribuições de Figalli na teoria do transporte ótimo e suas conexões com equações diferenciais parciais, cálculo de variações, geometria e matrizes aleatórias.

“Ele é claramente uma força motriz na comunidade matemática global. As abordagens de sua pesquisa são vívidas, dinâmicas e efetivas e, sem dúvida, vão levá-lo a descobertas ainda mais impressionantes nos próximos anos. Ele está destinado a ser um dos maiores nomes da Matemática de sua geração”, concluiu Caffarelli.