Navegar

2 de maio de 2018, 16:26h

Crochê e tricô são formas de pensamento geométrico

Existe uma rede online de artesãos que discute quais os melhores padrões para seus projetos de tricô e crochê. Apesar de intrigante, não é surpreendente. É possível encontrar de tudo na internet. Mas muitos desses artesãos insistem que são péssimos em Matemática ou que não têm interesse na disciplina.

Ainda assim, esse tipo de artesanato não pode ser feito sem pensamento geométrico: quando você tricota ou faz um chapéu de crochê, está criando metade de uma esfera, que segue uma fórmula geométrica.

A matemática Daina Taimina, da Universidade de Cornell (EUA), encontrou no crochê o jeito perfeito para ilustrar a geometria de um plano hiperbólico, ou a superfície que tem uma curvatura negativa constante, como uma folha de alface.

A geometria hiperbólica também é usada em aplicativos de navegação e explica o porquê de mapas planos distorcerem o tamanho de formas terrestres, fazendo a Groenlândia, por exemplo, parecer muito maior na maioria dos mapas do que realmente é.

Leia também: Matemático Manfredo do Carmo morre aos 89 anos
Ex-aluno do Impa cria canal no Youtube para universitários
Já imaginou aprender Matemática em um mangá?