Navegar

Pedra, Papel e tesoura sob o olhar dos números

Quem nunca brincou de “Pedra-papel-tesoura” que atire a primeira…pedra? O jogo é praticado em vários locais do mundo com regras muito semelhantes há centenas de anos. Sua popularidade é tão grande que até decisões judiciais já foram feitas a partir dela, embora isso não seja comum e nem aconselhado, pois o jogo não depende apenas do acaso, como demonstra um estudo de2013 feito na China.

Tradicionalmente, você pode optar por escolher suas opções de jogada de forma aleatória, uma vez que se pode ganhar, perder ou empatar. Com três resultados possíveis, faz então mais sentido matemático escolher pedra 1/3 das vezes, papel 1/3 das vezes e tesoura 1/3 das vezes.

Contudo, Zhijian Wang, da Universidade de Zhejiang, na China, percebeu novos padrões após conduzir um teste com 72 participantes e 300 rounds de pedra, papel e tesoura jogados em um computador, no qual os vencedores eram pagos proporcionalmente por suas vitórias.

Um dos principais achados do teste aponta que o vencedor tende a persistir na mesma estratégia no próximo round. O perdedor, por sua vez, tenta alterar seu jogo, mudando para a próxima estratégia da sequência, numa jogada que o cientista chama de “fluxo cíclico persistente”. Segundo ele, essa atitude seria uma resposta condicionada, o que faz com que seja possível delinear estratégias vitoriosas na próxima vez em que você fizer qualquer aposta com seus amigos.

Para saber mais

Cycle frequency in standard Rock-Paper-Scissors games:Evidence from experimental economics

Game
Theory 101: Rock, Paper, Scissors

Ganhando no Pedra, Papel e tesoura