Navegar

24 de julho de 2017, 18:24h

Colóquio Brasileiro de Matemática comemora 60 anos

O Colóquio Brasileiro de Matemática (CBM), a mais abrangente reunião científica da comunidade matemática brasileira, celebra seus 60 anos em 2017, com sua 31ª edição, de 31 de julho a 4 de agosto, na sede do IMPA (Instituto de Matemática Pura e Aplicada), no Rio de Janeiro. São esperados cerca de 800 profissionais e estudantes.

Realizado bianualmente desde 1957, sem interrupções, o Colóquio conta com pesquisadores brasileiros e estrangeiros de renome internacional, além de alunos de graduação e pós-graduação de todo o país.

Segundo o diretor-geral do IMPA, Marcelo Viana, o primeiro CBM é considerado “o ato fundador da Matemática brasileira”. “Não é que não existisse nada antes, pelo contrário. Mas é justo dizer que muito da nossa matemática teve origem e se consolidou em torno do Colóquio. E ele continua tão importante e vivo hoje quanto sempre foi nesses 60 anos de história”, afirmou Viana.

Para Claudio Landim, o Colóquio é, “sem dúvidas, a maior reunião da comunidade matemática brasileira”. “Virão importantes matemáticos de nível internacional. A longevidade do colóquio mostra a força e o crescimento da comunidade matemática brasileira. A vinda desses profissionais estrangeiros é uma grande oportunidade para muitos pesquisadores terem contato com grandes nomes, cujas palestras podem influenciar seus trabalhos, como já aconteceu em outras ocasiões”, disse Landim.

Programação

O 31º CBM terá 11 palestras plenárias com pesquisadores de grande prestígio internacional, como o ganhador da medalha Fields Artur Avila (IMPA); Luis A. Caffarelli (Universidade do Texas-Austin); Lucia Caporaso (Università Roma Tre), Hugo Duminil-Copin (Institut des Hautes Études Scientifiques); Ivar Ekeland (Université Paris-Dauphine); Michael Hutchins (University of California-Berkeley); Carlos Gustavo Moreira, o Gugu (IMPA), entre outros (ver programação).

As palestras de divulgação serão “Contando Aleatoriamente”, de Robert Morris (IMPA), em 2 de agosto, e “Geometria e Aritmética: uma história de amor”, de Cecilia Salgado (UFRJ), dia 3, destinadas ao grande público. O Colóquio terá ainda a mesa redonda “Matemática: Substantivo feminino – Desafios e perspectivas sobre a questão de gênero”, organizada por Carolina Araujo, em 2 de agosto.

Nos cinco dias, serão oferecidas ainda atividades múltiplas, como cursos introdutórios e avançados sobre tópicos atuais e relevantes com destaques da Matemática mundial. As Sessões Temáticas terão palestras aprofundadas sobre uma ampla diversidade de assuntos, propiciando discussões e trocas de informações entre os participantes. As atividades começarão sempre às 9h, de segunda a sexta-feira (31 de julho a 4 de agosto), estendendo-se até às 19h. A cerimônia de abertura será às 18h30 de segunda-feira (31).

Biênio da Matemática

O 31º CBM integra as atividades do Biênio da Matemática 2017-2018 Gomes Souza, homenagem a um dos pioneiros na pesquisa matemática no Brasil, o político maranhense Joaquim Gomes de Souza (1829-1864), popularmente conhecido como Souzinha. O Biênio representa um importante estímulo ao intercâmbio científico, atraindo ao Brasil expoentes da Matemática internacional. É ainda uma oportunidade para divulgar os expressivos resultados alcançados pela Matemática brasileira.

Além de apoiar o desenvolvimento de projetos já existentes, o Biênio incentiva o surgimento de novas pesquisas e programas. Com o objetivo de disseminar a Matemática, o IMPA organiza um conjunto de atividades – seminários, workshops e festivais, entre outras iniciativas – ao longo de 2017 e 2018, tendo como alvo a sociedade, os ambientes escolar e universitário e a comunidade científica.