Navegar

2 de agosto de 2017, 13:41h

Brasil participa de olimpíada universitária na Bulgária

As competições de matemática olímpica não param! Quem disputa desta vez, desde o último dia 31, é a equipe universitária do Brasil na International Mathematical Competition for University Students (IMC), realizada na Bulgária até 5 de agosto (sábado).

A competição é destinada a alunos de graduação, do primeiro ao quarto ano, desde que tenham até 23 anos. Criada em 1994, a IMC recebe estudantes de ao menos 80 instituições de relevância internacional, como MIT, Oxford, Cambridge e École Polytechnique, entre outras.

Integram o time brasileiro os universitários premiados com ouro, prata e bronze na Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM). Nesta edição, o Brasil é representado por 22 estudantes: Ana Karoline Borges Carneiro, Davi Coelho Amorim, Felipe Gabriel Magalhães de Matos, João Baptista de Paula e Silva, Pedro Henrique Alencar Costa, Rafael Filipe dos Santos, Raphael Mendes de Oliveira e Thiago Ribeiro Tergolino (IME); Arthur Andrades Covatti, Caio Cesar Saldanha Maia Orejuela Kinelski, Carlos Alexandre Silva dos Santos, Erik Gabriel Araújo de Medeiros, Hudson William Braga Vieira, Thiago Filipe de Medeiros, Victor Tadeu Tetsuo Suzuki e Wagner Fonseca Rodrigues (ITA); Igor Albuquerque Araujo, Luíze Vianna e Rafael Kazuhiro Miyazaki (PUC-Rio); Marcelo Gonçalves (USP), Valentino Sichinel (UFRJ) e Ennyo Silva (UFPA). O brasileiro Pedro Freire Mascarenhas Pontes também participa da competição, mas representando a École Polytechnique.

As provas, com problemas de álgebra, análise (real e complexa), geometria e combinação, estão sendo aplicadas nos dias 2 e 3 de agosto. A lista de premiados será divulgada na cerimônia de encerramento, no sábado.

A equipe do Brasil iniciou a participação na IMC na 10ª edição, em 2003, na Romênia. Até o momento o país acumula 23 medalhas de ouro, 57 de prata, 70 de bronze e 61 menções honrosas.