Navegar

16 de Abril de 2018, 11:24h

Brasil conquista quatro medalhas em olimpíada na Itália

A seleção brasileira feminina conquistou duas medalhas de prata e duas de bronze na European Girls’ Mathematical Olympiad (EGMO), encerrada no sábado (14) em Florença (Itália). A equipe ficou no 13o lugar na classificação geral por países, subindo 13 posições em relação a 2017.

Com a colocação, a equipe feminina brasileira foi a que mais avançou no ranking, tornando-se a segunda melhor colocada na América Latina, atrás apenas do México (7o lugar). Rússia, Estados Unidos e Reino Unido fecharam a olimpíada com os três primeiros lugares, respectivamente.

Leia também: Marcelo Viana participa do programa Hora do Enem

Para Einstein, o princípio da física reside na matemática

Pesquisadora do IMPA escreve sobre matemática e gênero

Ana Beatriz Cavalcante Pires de Castro Studart, de Fortaleza (CE), e Mariana Bigolin Groff, de Frederico Westphalen (RS), fizeram 25 pontos cada e conquistaram a prata. Mariana Quirino de Oliveira, de Brasília (DF), e Débora Tami Yamato, de São Paulo (SP), marcaram 17 pontos e ficaram com o bronze. O time foi liderado por Deborah Barbosa Alves, de São Paulo (SP), e vice-liderado por Luíze Mello D’ Urso Vianna, do Rio de Janeiro (RJ). 

Como no ano passado, o time brasileiro foi financiado pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e pela Sociedade Brasileira de Matemática (SBM). O apoio tem por objetivo incentivar cada vez mais a presença feminina na Ciência, especificamente na Matemática.

Esta foi a 7ª edição da competição, a segunda com a presença da equipe feminina brasileira. No ano passado, o Brasil ganhou duas medalhas de bronze e uma menção honrosa, ficando com a segunda melhor colocação da América Latina no ranking de equipes e a 26ª posição no quadro geral da EGMO. Para conferir a classificação geral, acesse o site da competição.

Leia também: Aos 32 anos, professor de matemática estreia na NBA

Kurt Gödel: o matemático comparado a Aristóteles

A matemática está por trás do GPS e da navegação moderna