Navegar

29 de agosto de 2017, 13:30h

Aluno do IMPA fica em 3º lugar no Concurso Galois-Noether

 

O aluno de mestrado do IMPA Valentino Amadeus Sichinel ficou em terceiro lugar na classificação final do VII Concurso Galois-Noether. O brasileiro foi superado apenas pelos mexicanos Oscar Samuel Henney Arthur e Jorge Fernández Hidalgo, primeiro e segundo colocados, respectivamente.

Ao todo, 29 brasileiros participaram da competição. Cinco deles conquistaram menções honrosas: Rafael Filipe dos Santos, Thiago Ribeiro Tergolino, Rafael Miyazaki, Raphael Mendes de Oliveira (IME) e Hudson William Braga Vieira (OBM).

O Concurso Galois-Noether é um torneio anual de matemática para estudantes universitários. Tem como objetivos difundir a importância da resolução de problemas na Matemática e áreas afins, detectar jovens talentosos e ajudá-los a desenvolver suas carreiras na Matemática e criar uma comunidade incumbida de resolver problemas matemáticos.

Realizado à distância, o concurso conta com duas etapas: uma com 25 questões de múltipla escolha e outra com seis perguntas discursivas. Experiente na competição, da qual foi menção honrosa em 2016, Sichinel se diz surpreso com o resultado deste ano.

“Fiquei feliz, mas realmente não esperava o terceiro lugar. A prova foi mais difícil este ano, tanto que ninguém gabaritou a primeira fase, como ocorrera no ano anterior. Geralmente, os brasileiros têm notas próximas, e eu não imaginava que tinha conseguido ultrapassar meus colegas”, afirma.

Bagagem olímpica

O interesse de Sichinel pela Matemática é decorrente da OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas). Medalhista em sete edições da competição (2009 a 2015), ele ganhou cinco ouros, uma prata e um bronze. No entanto, não foram as medalhas que o levaram para o caminho dos números.

“As aulas do PIC me incentivaram a cursar Matemática. No primeiro ano em que fiz, fiquei espantando como era diferente de tudo. Acabei meio que virando nerd, porque precisei estudar muito para acompanhar as aulas. Isso me fez gostar da matéria e a me dedicar.”

Cursando simultaneamente a graduação em Matemática na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e o mestrado no IMPA, Sichinel declara não saber se terá tempo para seguir a carreira olímpica universitária.

“Tudo vai depender do meu resultado na OBM deste ano e como vou conciliar os estudos na universidade e no IMPA. Quero me focar nisso”, explica.

Se tudo der certo, o universitário se entusiasma com a possibilidade de vir a defender uma melhor colocação no Concurso Galois-Noether em 2018.

“É uma prova interessante de fazer porque atinge diferentes graus de dificuldade nas questões. Se não tirar meu foco nos estudos, pretendo participar novamente do torneio”, anuncia.