Navegar

1 de agosto de 2018, 14:29h

Ali Nesin conquista Prêmio Leelavati no ICM 2018

Crédito: Hürriyet

Idealizador de um espaço localizado em remota região da Turquia onde professores voluntários dão aulas temporárias e promovem discussões ao ar livre sobre Matemática, o pesquisador Ali Nesin ganhou o Prêmio Leelavati 2018, anunciado nesta quarta-feira, 1º, na abertura do Congresso Internacional de Matemáticos (ICM), que vai até 9 de agosto, no Riocentro.

A honraria foi concedida a Nesin, de 60 anos, como reconhecimento da comunidade internacional pelo trabalho de mostrar a Matemática como um caminho fundamental para o conhecimento e ampliar o interesse pelo tema. Na Vila da Matemática, criada em 2007, Nesin abriu as portas para que milhares de pessoas de todas as idades se aproximassem da ciência.

Leia também: Matemático David Donoho ganha o Prêmio Gauss 2018
Matemática não é só linguagem científica, é também inovação
Música, dança e prêmios na abertura do ICM 2018 

PhD em Matemática pela Universidade Yale (EUA), Nesin deixou a carreira de professor na Universidade California Irvine em 1995 para se dedicar a uma ONG que atende crianças em risco social, fundada pelo pai, Aziz Nesin, conhecido escritor e comediante turno. No mesmo ano, assumiu o comando do Departamento de Matemática da Bilgi University, em Istambul, onde ampliou as atividades e o interesse dos alunos, com cursos de verão.

O Prêmio Leelavati foi entregue pela primeira vez no ICM 2010 e será concedido em todas as edições do congresso. O vencedor é escolhido por um comitê formado por representantes da União Matemática Internacional (IMU) e da empresa Infosys. O nome da honraria é uma referência a um tratado matemático do século 12.