Navegar

13 de March de 2018, 13:02h

Roberto Alvarenga ‘sonha’ com aplicação para sua pesquisa

 

Especialista em geometria algébrica, área da Matemática que combina técnicas de álgebra abstrata com a linguagem e os problemas da geometria, Roberto Carlos Alvarenga Júnior defende nesta terça-feira (13), às 13 horas, no IMPA, a tese de doutorado “Hecke operators and Hall algebras for global function fields”.

Alvarenga Júnior encontrou na pesquisa matemática seu ofício. Não se preocupa se seu trabalho terá impacto ou aplicação. Sabe que a Matemática Pura requer tempo para encontrar um lugar no cotidiano das pessoas, embora faça parte do dia a dia dos “malucos” — como ele mesmo define — que optam pela profissão.

Leia também: Vídeo revela as faces de mulheres matemáticas
13º Prêmio Para Mulheres na Ciência abre inscrições
Matemática traz perspectivas no Vale do Jequitinhonha

Na tese, o autor trabalha com formas automórficas e operadores de Hecke. Sua proposta é exatamente descrever certos grafos que parametrizam a ação desses operadores em formas automórficas.

O matemático sabe que não é um tema fácil de explicar para o público comum, ainda mais por inexistir uma aplicação no dia a dia. O exemplo mais próximo é o emprego do conhecimento em chaves de segurança para sistemas, como as criadas pelos bancos.

“Particularmente acho que todo matemático um dia sonha que seu trabalho tenha aplicação. Mas, no meu caso, desde o começo não ficou bem clara essa aplicação real. É uma Matemática bem pura”, confessa.

Paulista de Jales, no interior de São Paulo, Alvarenga Júnior revela orgulho em concluir o doutorado em “um centro de excelência” como o IMPA.

“Não preciso ficar fazendo propaganda. Basta destacar todas as pessoas que estão aqui, o fato de estar organizando o próximo ICM e ter ótimos pesquisadores e professores.”

O doutorando, que fez mestrado-sanduíche na França, diz que o tempo que passou na Europa proporcionou crescimento pessoal e profissional. Lá, percebeu que o IMPA está nivelado aos principais centros mundiais de excelência na elite da Matemática.

Para o aluno que era o único especialista em álgebra na Unesp de São José do Rio Preto, os estudos no IMPA foram essenciais para ter com quem trocar figurinhas sobre o ramo da Matemática. “Aqui há pesquisadores muito bons. Todos eles foram fundamentais para minha formação”, afirma.

Alvarenga Júnior foi orientado, no Brasil, por Oliver Lorscheid e, na França, por Oliver Schiffmann, da Universidade Paris XI. Após a defesa de tese, o casamento é seu próximo compromisso. Terminada a lua de mel, ele voltará ao Estado de São Paulo para fazer o pós-doc em São Carlos. Será o início da carreira de pesquisador.

 

SERVIÇO:

Defesa de tese de Roberto Carlos Alvarenga da Silva Júnior

“Hecke operators and Hall algebras for global function fields”

Data: 13 de março | Horário: 13h | Local: sala a definir

 

Leia também: SBM e IMPA anunciam equipe feminina que disputará EGMO
Documentos em Portugal foram emitidos com erros matemáticos
Marcelo Viana recebe medalha de Mérito Educativo