Navegar

10 de September de 2018, 16:05h

Com ouro perfeito, Brasil ganha quatro medalhas na OMCPLP

A equipe brasileira volta da Olimpíada de Matemática da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (OMCPL), disputada em São Tomé e Príncipe (África), com quatro medalhas na bagagem.  

Eduardo Quirino, de Brasília (DF), se destacou por conseguir o chamado “ouro perfeito” – quando um participante consegue a pontuação total na prova. Marcelo Lage, de Belo Horizonte (MG), conquistou o ouro, enquanto Luciano Rodrigues, de Fortaleza (CE), e Gustavo Neves, de Belo Horizonte (MG), ganharam prata.

Leia também: Comunicação do IMPA recebe reconhecimento internacional
Programas temáticos podem receber até R$ 200 mil
John Graunt, o comerciante que inventou a estatística

Com este resultado, a equipe brasileira liderada por Ana Karoline Borges (Rio de Janeiro-RJ) e Kellem Santos (Brasília-DF) ficou em primeiro lugar no ranking geral da competição, seguido por Portugal e Moçambique. Nas oito edições da OMCPLP, o Brasil já conquistou 13 medalhas de ouros, 18 de pratas e um bronze – considerando os resultados deste ano.

Idealizada com objetivo de melhorar a qualidade do ensino, a descoberta de talentos em matemática e fomentar o estudo da Matemática nos países lusófonos, a Olimpíada contou nesta edição com a participação de estudantes de sete países: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé E Príncipe.

Leia também: No bar ou na escola, projetos popularizam a matemática
Brasil conquista 14 medalhas na Olimpíada de Maio
IMPA abre inscrições para bolsas no Curso de Verão 2019