Navegar

6 de December de 2017, 12:37h

Artur Avila recebe prêmio Personalidade França-Brasil

Maxime Rabilloud, presidente da Câmara de Comércio França-Brasil, entrega o prêmio

O matemático Artur Avila, pesquisador extraordinário do IMPA, foi homenageado na noite desta terça-feira (5) pela Câmara de Comércio França-Brasil (CCIFB). Medalha Fields em 2014, Avila recebeu o Prêmio Personalidade. Na solenidade, realizada no Rio de Janeiro, o matemático brasileiro participou de um bate-papo sobre a história e os rumos da Matemática com o cineasta e jornalista João Moreira Salles.

O Prêmio Personalidade França-Brasil, em sua 17ª edição, foi criado com o objetivo de homenagear brasileiros e franceses que tenham contribuído para o fortalecimento das relações entre os dois países em setores variados.

Leia também: IMPA assina convênio com a Fundação Itaú Social
Professor de Matemática concorre a prêmio nacional
Estudo de Harvard mostra efeito positivo da OBMEP nas escolas

A solenidade teve a participação do embaixador da França no Brasil, Michel Miraillet. Em discurso, ele saudou o matemático brasileiro, o primeiro de países em desenvolvimento a receber a Medalha Fields com os estudos realizados fora dos grandes centros de pesquisa da Europa e dos Estados Unidos. Avila concluiu mestrado e doutorado no IMPA.

A conversa entre João Moreira Salles e Artur Avila teve como temas principais os processos de produção matemática, o impacto da Matemática na sociedade e na tecnologia e os desafios do ensino matemático, da escola básica à pesquisa de ponta.

Para Avila, “cada matemático vê o universo de uma maneira” e “tenta passar o entusiasmo de um para o outro”. “E progredir”, acrescentou.

O matemático contou que, sem o IMPA, não teria cursado Matemática. “Talvez engenharia”, comentou. Ele disse que, embora o IMPA já tivesse um trabalho com jovens, só ao participar da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM) soube de sua existência.

“Fortuitamente, a premiação se dava no IMPA. Nunca tinha ouvido falar. Fiquei curioso. Quem trabalhava lá?“, lembrou Avila sobre o início de seu vínculo com o Instituto de Matemática Pura e Aplicada.

Na conversa com João Moreira Salles, Artur falou sobre os rumos da Matemática

Dedicado ao fomento da pesquisa e da divulgação científica por meio do Instituto Serrapilheira, do qual é um dos idealizadores, Moreira Salles enalteceu a atuação do IMPA, por ter criado, ao longo dos 65 anos de existência, um ambiente propício ao ensino matemático de alto nível.

“A grande virtude do IMPA foi ter criado este ambiente. A Matemática floresceu (no IMPA) porque havia um ambiente rico. Alguns dos grandes matemáticos dos últimos 50 anos passaram pelo IMPA, com quem firmaram relações duradouras. Às vezes, por anos”, disse o cineasta, para quem a parceria do IMPA com instituições e pesquisadores estrangeiros “deve ser a mais fértil colaboração na área científica” já ocorrida no Brasil.

O presidente da CCIFB, Maxime Rabilloud, participou de um primeiro bate-papo, com o jornalista Cesar Baima (especializado em ciências, em O Globo), sobre a Matemática e a atuação do Brasil na área científico-tecnológica.

“O Prêmio Personalidade França-Brasil deste ano busca homenagear a comunidade científica e sua contribuição para a inovação. Uma das vias de atuação do CCIFB é estimular a aproximação do meio industrial ao da pesquisa e da inovação”, disse o dirigente.

Leia também: Lógica matemática para compreender as famílias
Documentário da OBMEP abre Festival de Cinema