Navegar

10 de May de 2018, 11:48h

Academia Brasileira de Ciências premia Jacob Palis

O matemático Jacob Palis, pesquisador emérito do IMPA, recebeu na noite desta quarta-feira (10), em solenidade no Museu do Amanhã (região portuária carioca), a Medalha Henrique Morize, mais alta honraria concedida pela Academia Brasileira de Ciências (ABC).

Criada em 2014, a Medalha Henrique Morize tem o propósito de homenagear indivíduos ou instituições que tenham realizado ou realizem contribuições importantes ao desenvolvimento da Academia e da ciência brasileira. É o caso de Jacob Palis Junior, mineiro de Uberaba, 78 anos, mais laureado pesquisador na história da Matemática brasileira.

Leia também: Ailton Nascimento e os segredos em duas dimensões
Manfredo do Carmo foi o professor de todos os geômetras
Aberto credenciamento de imprensa para ICM 2018

Palis presidiu a ABC e a União Internacional de Matemática (IMU). Foi ainda diretor-geral do IMPA. Este ano, recebeu a Medalha de Oficial da Legião de Honra da França, pelo trabalho de excelência realizado em prol da ciência mundial e das relações científicas entre a França e o Brasil.

Formado engenheiro pela antiga Universidade do Brasil (atual Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ), com mestrado e doutorado concluídos na Universidade da Califórnia (EUA) nos anos 60 do século passado, Palis fez um breve e emocionante discurso na cerimônia, que lotou o auditório do Museu do Amanhã e contou com a presença do ministro Gilberto Kassab, da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

“Registro minha grande gratidão à querida Suely, companheira de muitos anos. E também aos meus filhos, familiares, colegas, amigos e funcionários do Instituto de Matemática Pura e Aplicada e da Academia Brasileira de Ciências”, afirmou o homenageado.

Ao concluir a fala, Jacob Palis deixou clara a intenção de continuar dedicando-se com afinco à Matemática e às realizações científicas.

“Seguiremos juntos em prol da ciência brasileira, o que muito me deixa honrado e feliz”, concluiu.

Presente à solenidade, o diretor-geral do IMPA, Marcelo Viana, destacou o papel desempenhado por Palis em quase 60 anos de atuação matemática e científica.

“A premiação do Jacob com a medalha Henrique Morize é, antes de mais nada, um ato de justiça, em reconhecimento a sua extraordinária contribuição à ciência brasileira e à própria Academia Brasileira de Ciências”, comentou Viana.

Também na solenidade, o matemático Felipe Linares, pesquisador titular do IMPA, foi diplomado e tomou posse como novo membro da ABC. “É uma grande honra integrar esta Casa”, afirmou.

Um momento de emoção aconteceu quando a ABC promoveu um minuto de silêncio em homenagem aos acadêmicos recentemente falecidos. Na ocasião, o telão exibiu fotografias dos cientistas pranteados. Um deles era Manfredo do Carmo, pesquisador emérito do IMPA, morto em 30 de abril.

Houve ainda na solenidade a entrega do Prêmio Almirante Álvaro Alberto ao historiador Jorge Sidney Coli Junior, professor titular de História da Arte e da História da Cultura da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A honraria é concedida pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com a Fundação Conrado Wessel e a Marinha do Brasil.

Leia também: Folha: Pesquisador do Impa foi referência na Matemática
Gugu ganha Prêmio Erdös por contribuição à Matemática
Na Paraíba, estudante dribla percalços e conquista três ouros